sexta-feira, janeiro 01, 2016

Ciao!!!

 
Disponível na Amazon


Depois de algum tempo distante, voltei a visitar os moradores da Baía de Chesapeake. Local onde mora gente trabalhadora, simples e vivem os irmãos Quinn, que tentam ainda lidam com a morte do pai e lidando com o mistério que envolve Sean.
Desta vez, é Ethan que vai passar pela jornada de redirecionar a vida. Nada melhor para começar o Ano Novo que aprendendo com ele.

Movido pela Maré – Nora Roberts – Bertrand Brasil
(Rising Tides - 1998)
Personagens: Grace Monroe e Ethan Quinn

Ethan estava se adaptando às recentes mudanças. Um irmão adotivo ainda em processo de adaptação. A perda do pai. Os boatos sobre a verdadeira origem de Seth e a mãe dele pairando como uma ameaça. Em meio a isso, as conversas com o (fantasma do) pai e a confusão sobre o que sentia a respeito de Grace. A responsável pela faxina tinha uma filha pequena, uma decepção com homens que conseguiram boicotar os sonhos dela. Agora se via interessada no filho mais silencioso dos Quinn. Como lidar?

Comentários:

- Vamos conhecer mais um dos meninos adotados por Ray e Stella Quinn? Ethan é o mais silencioso dos rapazes. O que aparentemente conseguiu lidar com toda a reviravolta que a família sofreu em um curto espaço de tempo.

- Ele continuou morando em Chesapeake Bay quando Cameron e Phillip foram buscar novos sonhos e destinos longe dali. Agora, com todos unidos em prol de uma causa maior, os irmãos estão refazendo seus laços, suas implicâncias e se adaptando à necessidade de ação como família.

- No entanto, o fato de parecer sereno, tranquilo e ter um ritmo diferenciado, não significa que Ethan não seja águas mais misteriosas e profundas. Ele guarda um passado muito duro e complicado, que ninguém deveria viver, especialmente tão jovem e sem proteção para enfrentar os problemas. 

- De mais de uma maneira ele foi salvo quando Stella Quinn o encontrou no hospital e ela e Ray decidiram adotá-lo. Agora, ele assumiu ao lado dos irmãos a responsabilidade de criar e proteger Seth e descobrir a estranha ligação entre o menino, Ray e Gloria DeLauter. 

- Ao mesmo tempo, ele se vê forçado a confrontar os sentimentos que sempre existiram, mas ele nunca manifestou, por Grace.

- Grace é a batalhadora mãe da pequena Aubrey. Sonhava em ser bailarina, mas teve este sonho podado pela família. Se envolveu e casou muito precocemente, e foi abandonada pelo marido com uma filha pequena. Ela faz a faxina na casa dos Quinn e acompanhou a reestruturação que os rapazes precisaram fazer da própria vida. 

- Por muito tempo foi mais que interessada em Ethan. Mas as escolhas que fizeram deixaram ambos apenas na friendzone, quando eles queriam e necessitavam muito mais um do outro.

- Reavaliar a própria vida nunca é fácil. Admitir as fraquezas e perceber que não há tantas barreiras para conseguir o que realmente deseja é igualmente doloroso e complicado. Por mais que Ethan tenha se reconstruído após se tornar um Quinn, ainda ficaram cicatrizes da vida anterior a isso. 

- E justamente elas pesam agora e o fazem crer que seria impossível um relacionamento com Grace por mais que ele a deseje, a ame e queira ser o pai que a pequena Aubrey merece. Se Maomé não vai à montanha, cabe a Grace agir. Se ela quiser o homem, terá que brigar por ele, inclusive com ele mesmo. Para isso, ela também terá que resolver algumas pendências e cicatrizes abertas até então. Crescer não é fácil.

- Enquanto isso, vemos Seth se adaptando, criando uma rotina ao lado dos irmãos, desenvolvendo a habilidade de desenho, finalmente começando a se sentir seguro. No entanto, ele teme que a mãe volte e o afaste dos Quinn, porque ela nunca foi uma boa referência na vida dele. 

- E os irmãos precisam dela de volta para esclarecer o relacionamento com o pai deles, mas estão decididos a não aceitar chantagem e muito menos permitir que ela se aproxime de Seth. O divertido e ver a dinâmica e como eles ganham apoio não só de Anna mas também de Grace. Afinal de contas, é uma briga digna de se comprar.

- É bonito, é doído, é cru, é mal, é sincero, é confuso, é paixão, é amor, é família. É Nora fazendo a festa e a gente se divertindo com isso. Vai perder?

Série Chesapeake Bay Saga “Quadrilogia da Gratidão”:
1. Sea Swept Arrebatado pelo Mar Anna Spinelli e Cameron Quinn
2. Rising Tides – Movido pela Maré – Grace Monroe e Ethan Quinn
3. Inner Harbor – Protegido pelo Porto – Phillip Quinn
4. Chesapeake Blue – Resgatado pelo Amor – Seth DeLauter


Arrivederci!!!

Beta

ps: O livro foi assunto de uma das lives com a Rosana, do Nora Roberts Brasil. E neste link está o vídeo sobre o fettuccine Alfredo. 


Reações:

2 comentários :

  1. Ahhh, Ethan é o meu xodó! 💜
    E só de ler essa resenha, fiquei com vontade de reler o livro. Os Quinn são maravilhosos, daquelas famílias que todos deveriam conhecer.

    Parabéns Beta :*

    ResponderExcluir
  2. Ah, foi uma peninha tão grande que seus pais tenham falecido ! Esses rapazes mereciam ter uma vida feliz e plena ao lado deles por muitos e muitos anos após terem sido adotados de seus infernos particulares ! Impossível não ficar apaixonada por rapazes assim, audazes, honrados, humanos, sedutores, voluptuosos ... Muito sedutor mesmo !!!

    ResponderExcluir