domingo, fevereiro 12, 2017

Ciao!



Eu acho que será impossível alguma garota gostar de cara do príncipe deste livro. Confesso que passei muito tempo pensando coisas horríveis sobre ele e que isso quase tirou o meu foco da história.
Ah, embarquei de novo em série sem ler a primeira parte. Ou seja, normal.

Desejo Profundo – Maisey Yates – Paixão Audácia 14 (Amores Inesperados 2/3)
(The Prince’s Pregnant Mistress – 2016 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Bailey Harper e príncipe Raphael DeSantis

Após ser abandonado pela noiva adequada e perfeita, o príncipe Rafael DeSantis percebeu que não tinha motivos para não retomar a ligação com a amante americana, Bailey Harper. E claro que não conseguia imaginar por que ela não o aceitaria de volta. Mas Bailey tinha muito mais com que se preocupar: sem emprego, grávida e se sentindo a última mulher da face da terra, não tinha estômago para lidar com o homem que virara a sua vida do avesso e agora se achava no direito de exigir retornar.

Comentários:

- Tive que me dar uns dias de prazo para escrever sobre este livro. Deixar a poeira abaixar. Porque confesso que entre as páginas 1 e 165, eu só queria fazer picadinho do príncipe. Tentem ver o currículo do cara: encontrou uma garota que não tinha a menor ideia de que ele era o príncipe regente de Santa Firenze. Eles se envolvem e ele manipula as conclusões dela sobre ele ao bel-prazer e, oito meses depois, diante da proximidade do casamento com Allegra Valenti, de família rica e apropriada, ele rompe o relacionamento. Um rompimento daqueles de ganhar nota 10 dos ogros que já vimos nos Lynne Graham, Penny Jordan e Diana Palmer da vida. Aí, após levar um real pé no traseiro (o que me inspira a ler o primeiro livro da série para saber se Allegra fez uma boa troca), a criatura decide retomar o caso com a garçonete americana “o tipo de mulher que não estava à altura do seu status. Uma distração contra a qual o pai sempre o preveniu”.


- Ao ressurgir da tumba como legítima assombração reencontrá-la, surpresa: ela está furiosa, magoada, chateada e grávida de 4 meses.

“Uma complicação que o pegou desprevenido.
- Sim, Vossa Idiotice Real, o bebê é seu. Já que foi você quem tirou a minha virgindade, deveria saber.
- Há quase um ano. Muita coisa poderia ter acontecido desde que nos conhecemos. Eu não estava sempre aqui. E faz três meses que a deixei. Poderia ter buscado consolo com outro homem.
- Sim, tem sido uma orgia interminável desde que me dispensou. Pensei: por que não? Afinal, seu cetro real abriu caminho? Por que negar uma chance à plebe?
- Basta. Está sendo grosseira e isso não combina com você.
- Sim, combina perfeitamente. Como bem sabe, não sou o tipo de mulher digna de ser levada para seu principado. É o que você deve pensar. Sou a garçonete que conheceu em um restaurante de quinta categoria. Portanto, esse comportamento é típico de alguém como eu”.


- Isso é só uma parte. Ele a julga o tempo inteiro inferior a ele – a garçonete que deveria agradecer por ele ser um príncipe que se dignou a assumir o herdeiro e vai mudar a vida dela para muito melhor. Ele não respeita nada que ela viveu, o desejo de não repetir a história da mãe e de criar o bebê totalmente diferente, priorizando que ele perceba que é amado e querido. Isso é inconcebível para Raphael, que foi programado desde pequeno a ser um padrão de “forte” que não considerar sentimentos como diferencial, mas como fraqueza e a priorizar o principado. E agora, ele quer forçar que ela – a mulher inferior, a distração, a que não era digna – se adapte a essas premissas sem reclamar, porque afinal de contas, tinha que entender que era o mínimo esperado diante do presente que ele era na vida dela. Me poupe!


- Claro que haverá estranhamento, sofrimento, gritos, palavras duras, mágoa, muita discussão para tentar mudar ideias enraizadas e até mesmo medidas drásticas. Não é porque há uma criança envolvida que a mulher é obrigada a aceitar tudo. Nem todo amor do mundo justifica abnegação e sustenta uma relação capenga deste jeito. Mas como disse lá em cima, quis esfolar o príncipe até a página 165. A partir daí, vocês precisam ler para concluírem se o príncipe se redime e se isso é suficiente.

Amores Inesperados – Heirs before vows
1 – Enfeitiçado pela Paixão  – The Spaniard’s Pregnant Bride - Allegra Valenti e duque Cristian Acosta (Paixão Audácia 13)
2 – Desejo Profundo – The Prince’s Pregnant Mistress - Bailey Harper e príncipe Raphael DeSantis (Paixão Audácia 15)
3 – Fonte de Amor – The Italian’s Pregnant Virgin – Esther Abbott e Renzo Valenti (Paixão Audácia 16)


Bacci!!!


Beta
Reações:

3 comentários :

  1. ñão tem como baixar?

    ResponderExcluir
  2. Eu teria avançado contra esse sujeito assim que eu tivesse ouvido aquela gracinha de comentário sobre "eu não ter estado por perto pelo tempo todo" ! Que sujeitinho maldito e peçonhento ! Entretanto eu adorei aquela resposta dessa garçonete sobre "ter sido orgia atrás de orgia", embora ela tenha sido grosseira mesmo em algumas palavras, coisa de que ela poderia ter poupado a si mesma, mas era de perdoar-se.

    ResponderExcluir
  3. É uma leitura gostosa, um príncipe muito louco com seu jeitão arrogante, mas que não chegava a ser por maldade, e, uma mocinha corajosa e geniosa que colocava o príncipe em seu devido lugar o tempo todo.

    ResponderExcluir