sábado, setembro 09, 2017

Ciao!



A encrenca quando você vive um grande amor e não estar preparado para tudo que vem com ele. Porque a gente sabe que felizes para sempre sem problemas só existe nos contos de fadas, né? (E mesmo assim, já repararam que nunca mostram esta parte da história?!)

Virando o jogo – J. Sterling – Faro Editorial
(The Game Changer - 2012)
Personagens: Cassie Andrews e Jack Carter

Jack se transferiu para o Mets, de Nova York, para ficar perto de Cassie e finalmente, após todo o turbilhão que quase os deixou separados, poderem viver o grande amor que os une. Só que nada será tão fácil como eles poderiam sonhar: a onipresença da imprensa de fofocas, a implicância da torcida, as picuinhas de bastidores das esposas-namoradas e as cicatrizes ainda abertas de um trauma recente. Como tudo está ruim, sempre pode piorar... E nem um grande amor pode sobreviver assim.

Comentários:

- Ah, os grandes amores que trazem tudo em alta intensidade. Seja a paixão seja o amor e o sofrimento decorrente dos problemas que sempre surgem. Some a isso a imaturidade de Jack e Cassie, no sentido de que eles ainda são muito jovens e forçados a lidar com situações para as quais não estavam preparados. E como estão desesperadamente apaixonados – embora ainda ressentidos pelo motivo que os deixaram separados por um bom tempo no livro anterior – tudo ganha proporção gigantesca. E como diz o ditado, quanto maior a altura, maior o tombo...

- Não foi à toa que associei a música Grande Amore do Il Volo aos personagens. É aquele tipo de sentimento que te consome completamente, que todo mundo acha lindo em músicas e filmes, até ver o quanto sufocante pode se tornar.  Embora cerca de um terço do livro (a parte inicial) resgata a primeira parte pelo ponto de vista de Jack, a trama engrena quando começa a mostrar a nova rotina dos dois. E quando tudo começa a desandar. Não há conto de fadas ou “eles foram felizes para sempre” quando todo mundo se acha no direito – que não tem – de meter o bedelho na sua vida.

- O livro me deu a sensação de claustrofobia. O amor de Jack por Cassie é tão intenso que, se pudesse, ele a colocaria em uma redoma e a protegeria de tudo e de todos. Foi o trauma de ter causado uma mágoa enorme e saber que deu uma sorte danada em ser perdoado. Ele foi capaz de pedir pra mudar de time para ir para onde ela estava morando e trabalhando. Só que ser a namorada de um jogador badalado estava longe de ter algum glamour. Ela percebeu como as esposas eram mesquinhas e infantis. Percebeu como a imprensa de fofoca não tinha o menor escrúpulo em criar sensacionalismo em cima de imagens descontextualizadas. Cassie se viu persona non grata, alvo de boatos e de uma exposição desnecessária e desgastante. E quanto mais tentavam solucionar, mais pioravam a situação. Preparem-se para um desfile de machismo, de misoginia e de total ausência de sororidade. No caso que me afeta mais de perto, como que o mau jornalismo causa destruição sem se importar com nada além do lucro.

- E no período de crise, que seria difícil até para os mais tarimbados pela vida, ficam mais evidentes a fragilidade, a imaturidade (no sentido de falta de experiência para lidar com isso) e o quanto, por mais que se amem demais, talvez não sejam o melhor um para o outro. Confesso que eu consegui entender nisso, o que diminuiu – mas não impediu – a minha irritação quando um dos dois passava da conta. E sim, eles vão passar – eles vão complicar o que já não era fácil. 

- Eles estão se amando, querendo compensar o tempo perdido, querendo se firmarem em suas respectivas carreiras, querendo viver juntos e sendo bombardeados por muita gente que não compreende, não se importa ou que quer lucrar em cima da desgraça alheia. No fim, o que importa é que Cassie e Jack vão precisar lutar para viver grande amor que os uniu desde o início.

Dimmi che mai
Che non mi lascerai mai
Dimmi chi sei
Respiro dei giorni miei d'amore
Dimmi che sai
Che solo me sceglierai
Ora lo sai
Tu sei il mio unico grande amore
(Grande Amore)

Trilogia Game Series
*** E ainda tem The other game, onde quem narra é Dean, o irmão de Jack


Bacci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário