sábado, janeiro 20, 2018

Ciao!


Cá estou eu, de volta ao universo de Lone Wolf em Springville. Surpresas positivas e nem tanto aguardam os personagens nesta etapa da série.
E finalmente estou entendendo um pouco mais sobre homens-lobo, pelo menos, para não ficar tão perdida sobre quem faz o quê na família...
(Isso é que dá não ter tanta experiência em tramas sobrenaturais. Obrigada ao Google por me ajudar nas pesquisas das dúvidas)

Protegida pelo Lobo – Flávia Cunha (Os Lobos de Springville 3)
(2017)
Personagens: Laura Oliveira Ramos e Jamil DeRaye

Depois de sofrer se passando pelo irmão e tendo que lidar com a companheira dele, que traiu a matilha-família que formaram em Springville, Jamil estava no Brasil quando encontrou sua companheira. Só que ela estava ferida e precisava ser salva de homens que a perseguiam. Em uma operação arriscada, ele conseguiu leva-la para Lone Wolf. No entanto, não encontrou a tranquilidade que esperava para explicar toda a situação para ela. O local que abrigava o lar dele e de seus amigos estava sob ameaça e todos precisavam descobrir quem eram os infiltrados e a mando de quem estavam atacando, antes que alguém que amavam fosse ferido ou mesmo morto.

Comentários:

- Sim, agora entendo um pouco mais sobre homens-lobo (recorri ao Google, para não ficar tão perdida). Isso é uma desvantagem minha por nunca ter me interessado tanto pelas tramas sobrenaturais e, especificamente, por histórias com estes tipos de personagens. Além disso, a autora apresenta novas facetas da dinâmica deles, dos poderes e vínculos que estabelecem com os familiares, com os amigos e aprofunda os laços com as companheiras, já que parte da trama acompanhamos pelos olhos de Laura, que imaginava que isso só havia na ficção.

- Aliás, confesso que tive muita agonia com a situação em que Laura estava quando acorda no hospital. Não desejo aquilo para ninguém. O destino foi bom ao colocá-la no caminho de Jamil, que estava na Floresta Amazônica brasileira e reconheceu a jovem ferida no acidente como sua companheira. E fez de tudo para conseguir que ela se recuperasse, inclusive raptá-la (em um resgate digno de filmes da série Missão Impossível) e levá-la para Lone Wolf, uma viagem que não faria sozinho, já que havia encontrado Kaluanã, que também tinha o destino ligado ao grupo de Springville.

- Enquanto isso, Orion foi atrás de Jolon – o gêmeo de Jamil – na África, disposto a salvá-lo da situação que enfrentava para voltar para casa. As coisas estão complicadas na reserva. Eles sabem que algo está se movimentando sobre o comando de um líder ainda não identificado, que aparenta ter força porque foi capaz de corromper integrantes da matilha de Springville. O objetivo era destruir tudo e todos que eles mais amavam. Hunter, Aidan, Logan, Justice e os outros não estavam dispostos a permitirem nada. Especialmente agora em que vários deles encontraram as suas companheiras, sendo que algumas delas são humanas e havia a esperança representadas nos bebês a caminho.

- É neste ambiente que Laura chega para se recuperar. Gostei que Jamil teve muita paciência com ela, apesar de toda a passionalidade do lobo quando encontra a amada. O romance não é apressado e respeita a evolução (e a confusão) dos sentimentos da protagonista, até ela se adaptar à nova vida como companheira de um homem-lobo.

- A série tem uma mitologia própria, dialoga com outros livros da autora (sim, temos participações especiais de moradores de Springville), avança no jogo de xadrez que está se estabelecendo nas outras tramas relacionadas, fornecendo pistas sobre o que está por vir (e eu dei pulinhos porque acertei um dos futuros casais, mas não esperava a reviravolta relacionada a eles). Só espero que o passado de Laura não ressurja trazido pelos inimigos de Lone Wolf. E se vocês são do tipo de detestam ganchos malignos, só devo alertar: fiquem preparados.

Os Lobos de Springville
Escolhida pelo Lobo – Alexandra Louise Miller e Hunter Lonewolf
Resgatada pelo Lobo  – Grace Sullivan e Aidan Wild
Protegida pelo Lobo - Laura Oliveira Ramos e Jamil DeRaye


Bacci!!!


Beta
Reações:

Um comentário :