sábado, abril 07, 2018

Ciao!!!


Se eu ainda leio alguma coisa de sheiks – perfil de personagem que costumava me tirar do sério – a Annie West tem boa responsabilidade nisso.
Este livro é um bom exemplo das razões.

Descoberta no Harém – Annie West – Paixão Ardente 09
(The Sultan’s Harem Bride – 2015 – Mills & Boon Modern Romance)
Personagens: Jacqueline “Jacqui” Fletcher e o sultão Asim de Jazeer

Jacqui tinha conseguido uma permissão especial para contar as histórias das mulheres do harém de Jazeer. No entanto, o sultão Asim quase teve um ataque quando descobriu que havia uma jornalista do lado de dentro dos limites do palácio – quando ele era um protetor ferrenho da privacidade da família. Convencer Asim de que não tinha nenhuma intenção extra sem revelar os reais motivos dos novos planos era pedir demais de Jacqui. E a atração que havia entre eles também não era algo que ajudasse a resolver a situação. Na verdade, criava mais um – incontrolável – problema entre os dois.

Comentários:

- Uma garota traumatizada topa com um sheik protetor. E deste choque saem faíscas dignas do Réveillon na Baía de Sydney. Primeiro, eles precisam se desarmar contra o outro – especialmente ele com o fato de que ela é uma (tirem as crianças da sala) jornalista – seres malignos sem coração que querem explorar as desgraças alheias pra lucrarem! Com alguns agravantes que diziam respeito diretamente à família dele – e ninguém poderia mexer com qualquer um da família dele! No entanto, ao surpreendê-la dormindo, ele se percebe subitamente atraído por ela.

- Jacqui quer distância de tudo que a lembrava da carreira promissora de antes – exclusiva atrás de exclusiva, risco constante para conseguir as melhores histórias. Agora estava focada em contar a história que ainda estava restrita entre as mulheres do harém, quebrando estereótipos e preconceitos. O sheik, sempre predisposto a desconfiar dela, era um desafio, mas ela encontrou em uma aliada na avó dele, lady Rania. Quanto à atração, imagina se um homem elegante e que poderia ter qualquer mulher prestaria atenção em alguém como ela – uma inimiga desleixada.

- Só que ele prestou, sim, até demais. E estava ficando um tanto maluco em tentar acreditar que ela não tinha as intenções escusas que ele acreditava. E cada vez que ele pensava ter fechado caso, ela o surpreendia. E ela conseguia compreender o interesse em manter a família – que foi tão cruelmente assediada pelos maus jornalistas e paparazzi – protegida. Embora Asim teria que reconhecer que chega um momento que as pessoas conseguem estabelecer defesas e se protegerem sozinhas.

- Foi bem interessante ver o sheik quebrando a cara e sendo obrigado a reconsiderar as opiniões, ele não poderia ter colocado todo mundo no mesmo balaio da maldade. O ponto positivo é que a gente entende que ele agia por precaução, proteção e amor pela família. Também gostei porque Jacqui não facilita a vida – já que respeito é bom e todo mundo gosta. E se o sheik escolheu o caminho mais difícil para entender isso, problema dele.

- Duas pessoas que sofreram e, à sua maneira, tentam se preservar. Claro que arestas precisarão ser aparadas. Claro que haverá sofrimento, mas é daquele que ajuda a purgar as próprias inseguranças e a enxergar o caminho para ser uma pessoa melhor. Por isso gostei do livro.

Dueto Votos do Deserto
1 -  Descoberta no Harém – Jacqueline “Jacqui” Fletcher e o sultão Asim de Jazeer – Paixão Ardente 09
2 -  Amor Desvendado – princesa Samira de Jazeer e o sheik Tariq – Paixão Ardente 10


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Ah, céus azuis !!! Eu não morro de amores ou tenho queda por sheiks também, mas onde tem um sheik assim para mim, por favor ???!!! Eu adorei sua personalidade, mesmo sendo injusto com ela devido às experiências anteriores com jornalistas contra sua família, porque eu amo homens protetores, desde que não sejam anuladores. Além de que: que homem !!! Tão apresentado e entregue de bandeja para meus olhos famintos !!!

    Um espécime acobreado, bronzeado, com esse braço, com esse tórax de dez palmos, moreno, todo adubado, dentro dessa banheira encantadora e irresistível com flores e velas flutuando calmamente pela água mansa e morna tão tépida ... Oh, céus, eu estou com água em minha boca literalmente nesse momento. Esse cenário foi para derreter e encantar meu coração negro de pedra tão fã de homens bonitos poderosos !!!

    ResponderExcluir
  2. Amei esse comentário...ainda bem que não somente eu viajo com esses homens lindos e inexistentes! kkkkkk

    ResponderExcluir