segunda-feira, abril 16, 2018



Oi pessoal! Eu sou a Suelen Mattos, do blog Romantic Girl, e estou muito feliz por poder fazer parte de mais um aniversário do blog Literatura de Mulherzinha. Há 13 anos o mundo literário ganhava uma fonte preciosíssima de informações, além de muito divertida! E para celebrar os 13 anos do Literatura de Mulherzinha, citarei 13 vezes em que eu me apaixonei (e continuo me apaixonando) por esse blog:

1) Quando o Literatura de Mulherzinha começou, com a cara dos nossos amados livros: sério, que outro blog tem suas postagens nos moldes dos livros, com prólogo e seus respectivos capítulos??? Isso é muito legal!


2) Quando o LdM me ajudou a entender o complicado mundo da Diana Palmer:falei aqui pra vocês sobre como a Beta e seu blog me ajudaram a entender os Homens do Texas. Eu era nova no assunto, tinha acabado de ler meu primeiro livro da autora e teria ficado perdida sem as informações que encontrei aqui.


3) Quando o LdM abre o baú da Roberta: e mostra para nós os livros das antigas, raiz mesmo, da melhor qualidade. Raridade que não se encontra em qualquer baú, não.


4) Quando o LdM apoia os autores nacionais: esse é um blog sem preconceito literário. A gente consegue encontrar de um tudo aqui. E eu acho lindo o apoio que o blog dá aos nossos talentos nacionais. Tem até um menu especial dedicado a eles.


5) Quando vários autores, nacionais e internacionais, deixaram uma mensagem de feliz ano novo para o LdM e seus leitores: muito chique, não?!


6) Quando tivemos o "Sinfônico, por Diana Palmer" no LdM: e cantamos juntos "Evidências" para compor a trilha sonora dos livros da autora.



7) Quando tivemos o melhor da copa do mundo narrado pelo LdM: com direito a informações sobre o que rolou por lá, dicas de livros baseadas nos grupos e seus respectivos países e, o melhor de tudo, os "musos" que estavam batendo um bolão! *Ah, Rafa Márquez!*



8) Quando o LdM nos surpreende com suas promoções: sempre com um livro melhor do que o outro. Eu mesma já ganhei um sorteio no blog e fiquei muito feliz!


  
9) Quando a Julia Quinn indicou o LdM: e se a própria diva indicou o blog, não precisava eu dizer mais nada, né?!


10) Quando surgiu o Rhage’s Lollipops: a banda literária mais amada da blogosfera, numa parceria com outras mulheres incríveis, inspirada no Rock in Rio e com uma boa dose de Irmandade da Adaga Negra. #Saudades
Não conhecia? Eita, então clica aqui e se situa. Mas se liga no aviso delas: Não vaiem, ou soltamos a Besta!!!

11) Quando o LdM faz uma entrevista exclusiva: com os mais variados autores, nacionais e internacionais. É uma entrevista melhor do que a outra. Deborah Simmons, Thalita Rebouças, Mia Sheridan, Vinicius Grossos, Lori Foster, Samanta Holtz e Sylvain Reynard são apenas alguns dos entrevistados que já passaram por aqui.

  
12) Quando o LdM traz o Palavra de Mulherzinha: com as melhores listas, tags e opiniões sinceras, seja sobre o estereótipo associado às mulheres ou sobre o preconceito literário (principalmente com os nossos amados romances), tudo feito do jeitinho todo especial da Beta. 


13) E quando finalmente conheci a Beta pessoalmente: na Bienal do Rio em 2013. Foi um momento maravilhoso!


Beta, parabéns por mais um aniversário do blog. Poderia ficar o dia todo aqui listando motivos para amá-lo. Que venham mais treze vezes treze anos de sucesso pela frente, recheados de sucessos e realizações!

Reações:

Um comentário :

  1. Eu adorei essa postagem ! Muito bem colocado ! São muitas lembranças trazidas à baila, algumas que eu conheci muito bem e algumas que eu não conheci ainda pois havia muito escrito neste blogg quando eu assomei pela sua porta de entrada. Curiosidade atiçada. Saudade atiçada. Eu estou pretendendo revisitar alguns capítulos desse livro de romance tão volumoso quanto um grimoire, perdendo-me por ele todinho !

    ResponderExcluir