terça-feira, junho 12, 2018

Ciao!

Imagem: Soul Retro


Eu sou daquelas leitoras que costuma ler tudo - isso inclui orelhas, fichas catalográficas e dedicatórias.
Amo dedicatórias. Caprichei nas que escrevi para graduação e para o Mestrado.
Meu lado sonhador (sim, o pobrezinho existe ou tenta existir neste caos ambulante que eu sou) espera um dia merecer uma dedicatória.
(A música que inspirou meu nome não vale, já que foi para uma xará italiana)
Já pensou, que tudo: "Para Roberta, a Sereníssima #sqn"

Então um lindo dia (e graças a uma menção a Star Wars) eu reparei nas dedicatórias dos livros da Julia Quinn. E isso virou uma expectativa à parte: porque ela sempre cita alguma coisa muito engraçada sobre o marido, Paul Pottinger.
É ali, naquelas poucas palavras, que eu começo a embarcar na jornada que ela vai me conduzir nas páginas seguintes.

E minhas queridas e meus queridos leitores, vejam não é a mais fofa e literária versão do "Amar é...




 





Agora espero que vocês se divirtam descobrindo de qual livro é qual dedicatória.
E, enquanto isso, eu espero pacientemente pela minha próxima dose inicial de amor nas histórias que ela escreve e que aquecem meus dias com risadas e muito sentimento.


Série Bridgerton


Quarteto Smythe-Smith

Agentes da Coroa




Irmãs Lyndon



Arrivederci!!!

Beta

ps.:  Muito obrigada, Rosana, pela ajuda, de novo!!!!
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário