domingo, julho 01, 2018

Ciao!



A pessoa está um pouquinho entediada com algumas seleções da Copa do Mundo – sim, Alemanha, estou pensando em você – e resolve ler um Lynne Graham para desestressar.
Sim, fiz isso.
E agora, que a autora está em uma versão mais atualizada do próprio estilo, não é que faz bem?

Votos Forçados – Lynne Graham – Harlequin Paixão 288 (Casamentos Ordenados 3/3)
(A vow of obligation – 2012 – Mills & Boom Modern Romance)
Personagens: Tawny Baxter e Navarre Cazier

Tawny tentou fazer um favor para uma amiga e se deu mal, muito mal. Foi flagrada pegado o laptop de um hóspede importante e foi jogada aos leões. No entanto, Navarre tinha uma proposta: que ela fingisse ser a noiva dele em um evento, receberia por isso e não poderia contar a ninguém. Ele tinha certeza de que o silêncio de uma ladra poderia ser comprado, mas não estava preparado para lidar com a verdade sobre a jovem que trouxera para a vida dele.

Comentários:

- Uma lição importante: nunca espere das pessoas o que elas não podem dar. Isso em mente para o livro e sobre a autora, podemos seguir adiante.

- Um favor que se voltou contra ela. Tawny se compadeceu de Julie, foi ajudá-la, se deu mal, a amiga não a inocentou e ela se viu diante da possibilidade de ser denunciada por furto (o livro chama de roubo, mas aprendi que roubo envolve emprego de violência, o que não foi o caso). No entanto, a inocente da vez não sabia que seria muito útil para o poderoso empresário. Ele precisava de uma noiva de fachada para comparecer a um evento e distrair a atenção da imprensa do relacionamento próximo – até demais – com um atriz italiana casada.

- Tawny se vê empregada, posse e propriedade de um homem que a julgava uma ladra. Aos poucos, ela vai demonstrando personalidade, humor e deixando Navarre confuso. Obviamente ele continua preso à imagem do flagrante da jovem com o computador e demora a atinar que poderia haver mais que um simples furto (digamos que ele acerta as razões, mas erra a maior responsável) e vai demorar até entender que não estava lidando com quem quer que pensasse que fosse.

- Na convivência, surge uma atração sexual entre os dois. Só que Tawny sabe muito bem o que acontece com garotas como ela – trabalhadoras comuns – se envolvem com homens que não as enxergam como pessoa, mas como diversão rápida.

- Como estamos falando de Lynne Graham, quem já está acostumado ao estilo e aos personagens da autora sabe o que vai acontecer. Então, já espera as ogrices, a protagonista tentando se fazer valer contra um homem que não escuta. Afinal de contas, como a própria Tawny diz: “homens como Navarre não estão acostumados a ser contrariados e a ouvir não”.

- Vamos acompanhar as habituais mudanças de sentimentos, com as demonstrações que mais confundem que esclarecem – não sei por que as pessoas acham (nos livros e na vida real) que a gente precisa ler mentes e adivinhar o que querem realmente dizer se elas não dizem! -, algumas reviravoltas e revelações surpreendentes no final (o grande segredo do livro não foi bem o que eu esperava, mas foi uma boa saída).

- Com o famoso ogro à la Lynne Graham em dose esperada para uma redenção e uma protagonista patinho feio que toma decisões de forma consciente, assumindo os riscos e as consequências, tive uma rápida leitura. Às vezes, é muito bom ler o de sempre, pra relaxar um pouco. Ainda mais depois do bye, bye Alemanha ter me despachado do bolão #chateada.

- Ah, sim, é o terceiro livro de uma série. Obviamente li fora de ordem. Assim que localizar os outros dois em algum lugar dos meus armários, eles vão aparecer aqui.

Casamentos Ordenados
1 – Desejo de Vingança – Paixão 283
2 – Acordo no Altar – Paixão 286
3 – Votos Forçados – Paixão 288


Bacci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário