domingo, setembro 16, 2018

Ciao!



As histórias da Lauren Blakely já viraram um caso perdido aqui no Literatura de Mulherzinha. Se tem livro novo, podem ficar tranquilos que darei um jeito de ler.

Na entrevista recente que tive a chance de fazer com a autora, comentei que o humor, a leveza, a sensualidade me faziam encantar e torcer pelos protagonistas.

E aqui, não foi diferente!

Bem safado – Lauren Blakely – Faro Editorial
(Well Hung - 2016)
Personagens: Natalie Rhodes e Wyatt Hammer

Juntos, eles eram imbatíveis. Natalie era a melhor e a mais perfeita assistente e organizadora que a empresa de marcenaria de Wyatt poderia ter. Ela permitia e criava as condições para que ele pudesse se dedicar ao que fazia de melhor. O único problema era que um tinha uma atração praticamente insana pelo outro e uma das regras de Wyatt era não misturar trabalho e relacionamentos, porque já tinha experiência do quanto desastroso poderia ser. Até que eles foram a Vegas e aí...

Comentários:

- ... nem tudo que acontece em Vegas fica por lá. Mas até chegar neste estágio, vamos conhecer a história do cara que encontrou uma garota e tudo deu errado. Wyatt é o gêmeo do Nick e o irmão mais velho da Josie, que já tiveram os respectivos livros lançados. Então é a vez de saber o que houve entre ele e Natalie, que é a irmã da Charlotte, que foi a protagonista de Big Rock. Enfim, isso é só para vocês entenderem como as tramas estão entrelaçadas e que (pra nossa alegria), vamos reencontrar ou ter a curiosidade despertada por alguns dos personagens.

- Temos aqui duas pessoas que se conhecem, que trabalham juntas e que estão lidando como podem com uma tensão sexual capaz de manter uma cidade acesa. Inspirado por experiências ruins anteriores, Wyatt quer fugir da encrenca, mas é difícil resistir ao fato de que tudo em Natalie o atrai.

- Então o trabalho os leva para Las Vegas e tudo parece ir muito bem, até ficar muito mal. Para esquecer resolvem ter uma noite de tudo ou nada. E optam por ter uma noite intensa, sem se preocupar com limites e com as consequências. E aí, gente, o trem explode tipo réveillon em Copacabana. Porque no momento que a tensão sexual acumulada entre os dois encontrou um caminho para ocorrer, misericórdia – não se preocupe, talvez, você irá invejá-los. Ou terá ideias. Ou as duas coisas.

- O que eu gosto na série parte 1: é ver o lado frágil de homens fortes – Wyatt, aparentemente, é perfeito. Lindo, sexy, empreendedor independente, trabalhador honesto, chefe justo. No entanto, ele não se sente confortável em relacionamentos. E mais desconfortável ainda ao não controlar os pensamentos sobre a assistente. Ele não quer arriscar a amiga que encontrou em Natalie, nem sentindo que ela também se sente atraída por ele – e que nunca seria uma decisão unilateral.

- O que eu gosto na série parte 2: ver garotas confiantes sem ser arrogantes – Natalie sabe ser uma boa profissional, corre atrás dos próprios sonhos assim como viabiliza o funcionamento da empresa de Wyatt. Ela é corajosa, assumiu os riscos e as consequências, sem ficar de “mimimi” com Wyatt (mas deve ter ficado com calos nos dedos de tanto trocar mensagens com a irmã). Enfim, é de protagonistas assim que precisamos. Alguém gente como a gente: mesmo com medo, vai em frente!

- As cenas de humor estão garantidas. A química entre Natalie e Wyatt não é forçada e teremos momentos de interação com os personagens dos outros livros da série. Nós embarcamos na torcida por eles, para que superem seus traumas e inseguranças, além disso possam ser felizes. Em meio a isso, temos algumas risadas e “invejinhas” garantidas. Me diverti bastante com a história e espero os próximos da autora!

Série Big Rock
Big Rock – Big Rock – Spencer Holiday e Charlotte Rhodes
Mister O  Mister O – Harper Holiday e Nick Hammer
Bem safado – Well Hung – Natalie Rhodes e Wyatt Hammer
Pacote Completo – Full Package – Josie Hammer e Chase Summers
Joy Ride – Henley Rose Marlowe e Max Summers
Hard Wood – Mia Summers e Patrick Miligan


Bacci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário