sábado, janeiro 26, 2019

Ciao!

Disponível na Amazon



Ah, Julia Quinn... Amocê!
(Já deu pra notar que gostei do livro, né?)

Um marido de faz de conta – Julia Quinn – Arqueiro (Os Roskebys 2)
(The Girl with the Make-Believe Husband – 2017)
Personagens: Cecilia Harcourt e Edward Roskeby

Cecilia atravessou o oceano disposta a cuidar de Thomas, o irmão ferido na guerra e, ao chegar em Nova York, ninguém sabia onde ele estava. E fingiu ser a sra. Roskeby, para poder ser útil ao melhor amigo do irmão. Edward acordou sem se lembrar de uma parte da própria vida, o que incluía o casamento com Cecilia. Agora ele queria recuperar a memória e tentar ser um marido decente, enquanto ela tentava – sem sucesso – não se embrenhar em uma teia de mentiras.

Comentários:

- Bem, já sou um caso perdido em se tratando de Julia Quinn, né? Ela escreve “a” e eu já estou pronta para me apaixonar pelos protagonistas, comprar a briga deles e rir das aventuras/desventuras que eles enfrentam na Inglaterra dos séculos 18 e 19. Aí quando ela cria uma garota como Cecilia e um rapaz como Edward, o que mais posso fazer a não ser ler, reler e recomendar?

- Sim, quem leu Uma dama fora dos padrões sabe que a família estava preocupada com Edward e neste livro vamos saber o motivo. Ele foi ferido durante uma missão na guerra – que a gente sabe que vai terminar com a Independência dos Estados Unidos – e estava desacordado em um hospital em Nova York. Quem o encontra? Cecilia Harcourt.

- Deixem-me falar sobre Cecilia. Primeiro ela tem o nome da minha avó, a mãe de #MadreHooligan, o que já garante simpatia antecipada aqui em casa. Segundo que, mesmo frágil, ela foi de uma coragem absurda, ao desafiar tudo que se espera de uma jovem desamparada (pai morto, irmão desaparecido) para se proteger de interesseiros. E acabou se utilizando de uma mentira para se proteger e, de certa forma, ajudou a salvar a vida de Edward. Ela toma decisões erradas? Sim. Ela se embola tentando sustentar a mentira – mentindo de muitas maneiras até para si mesma -, porque em um mundo dominado por homens, quem prestaria atenção em uma garota do interior?

- Aí a gente sai de um filme que eu amo “Enquanto você dormia” para “Nunca te vi mas sempre te amei’. A partir do momento em que ele acorda, fica evidente que há muita química entre a esposa e o marido de mentirinha, que nunca se viram antes, mas sentiam que se conheciam. Estranho? Não. Mas você precisa ler para saber. Depois disso, é ver como um se apaixona pelo outro, como o amor surge em meio a uma confusão sentimental e de atitudes... E a gente torce para que eles possam superar os problemas que criaram e que vão encontrar pelo caminho, há a guerra, a mentira, a família dele, o futuro dela...
 - Como posso saber o quê?
- Como pode saber se ela está ou não falando a verdade?
Ele nem precisou pensar na resposta. - Eu a conheço.
E conhecia mesmo. Por mais que só tivessem se conhecido pessoalmente houvesse poucos dias, ele sentia que já fazia mito temo que conhecia o coração dela. Não duvidava dela. Jamais duvidaria.
- Como não amar?! Não consigo encontrar argumentos contra o livro. Sério. Estamos precisando de amor, de confiança, de respeito, de parceria, desta sensação saudável de pertencimento como a que foi construída – ainda que por caminhos tortos e um tanto dramáticos – entre Cecilia e Edward. Julia Quinn mais uma vez fez meus dias ficarem mais bonitos e calorosos com uma história. Queria eu poder morar em um livro escrito por ela...

Os Roskebys (série ainda em andamento)
1 – Because of Miss Bridgerton – Uma dama fora dos padrões
2 – The Girl with the Make-Believe Husband – Um marido de faz de conta
3 – The other Miss Bridgerton – Um cavalheiro a bordo
4 – First come scandal - Uma noiva rebelde


Arrivederci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário