sábado, março 23, 2019

Ciao!!!





Mais um daqueles livros antigos que estressam. Quer um desses? Fica a dica!

Nas teias do ciúme – Kathryn Cranmer – Julia 235
(Passionate Enemies – 1982 – Mills & Boon)
Personagens: Lizbeth e Francisco Ramirez

Foi um caso de paixão à primeira vista que se tornou um casamento fracassado em questão de meses. Francisco a abandonou e nem veio conhecer o filho, porque achava que não era o pai. Nove anos depois, Lizbeth queria o divórcio, mas o marido só estava disposto a conversar se ela fosse à Espanha. Lizbeth aceita disposta a encerrar de vez a história. Só teria que torcer para que ele deixasse.

Comentários:

- Mocinha inglesa jovem e imatura se apaixona por ricaço estrangeiro. Ele convence a família dela e eles se casam. O problema é que Francisco é muito ciumento e não quer nenhum outro homem perto dela. No entanto, ao ser flagrada nos braços de um admirador indesejado, Francisco tem a comprovação de que Liz era uma mercenária infiel e a abandona, deixando-a no apartamento em Londres, com dinheiro para se sustentar. Seis meses de casamento terminam assim.

- Lizbeth resolve deixar essa vida para trás quando descobre que estava grávida. Volta para a terra da família e recomeça. Nove anos depois, mãe de um menino (ela avisou a Francisco que estava grávida. Ele deduziu que era do amante e nunca quis saber nada da criança. Achei corajosa ela aceitar essa estratégia interessante para manter a guarda do menino), ela quer assumir um novo relacionamento, mas precisa do divórcio. E aí Francisco afirma que só conversa se ela for encontrá-lo na Espanha, porque ele não poderia viajar à Inglaterra no momento.

- Ok, se você já leu um pouco dos livros com este perfil, preciso dizer o que vai acontecer? Pois é, muito abuso verbal, tentativa de sedução, rival abusada, situações constrangedoras (a família dele sabia da existência do filho “concebido fora do casamento” é apenas uma delas), bla bla bla... A única vantagem desta leitura é que é menos um livro do gênero no acervo do Literatura de Mulherzinha. E não preciso ler novamente - UHU!!!


Bacci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Oi, Beta!

    Amo suas dicas e desse livro quero é distancia...

    Obrigado, por me livrar dessa cilada.

    Mara d'Arques

    ResponderExcluir
  2. Olá, Beta!

    Eu também ando cansada de histórias assim. No passado já não tinha muita paciência, mas ainda tolerava, tentava entender a questão da época e tudo o mais, só que hoje em dia não dá mais. Só me estresso além da conta e depois fico desejando fazer o livro em pedaços.kkkkkk... Vou passar longe desta história, com certeza!

    Bjs!

    ResponderExcluir