sábado, maio 04, 2019


Ciao!



- Por mais de mil gerações, os Cavaleiros Jedi foram guardiões da paz e da justiça na Velha República.  Antes da era das trevas e antes do Império. 
Como já contei várias vezes, a minha relação com o Star Wars demorou para sedimentar, porque eu tinha medo do Darth Vader. Fui descobrir a série mais tarde e sempre percebo algo novo quando a reencontro.
Já que hoje é o #Maythe4thbewithyou, nada mais justo que falar sobre um personagem importante, né?

Star Wards: A origem e a lenda de Obi-Wan Kenobi - Ryder Windham – Universo Geek (Legends)
(Star Wars: the life and legend of Obi-Wan Kenobi – 2006)
Personagem: a jornada de Obi-Wan Kenobi

De padawan a mestre, o livro narra de forma bem enxuta a jornada de Obi-Wan Kenobi. Desde o aprendizado com Qui-Gon Jinn, a promessa de assumir o treinamento de Anakin Skywalker até a queda dos Jedi e o exílio para proteger Luke do lado escuro da Força. Ver o jovem Skywalker crescer e o que ocorre depois do duelo em Estrela da Morte. O que ele aprendeu, como aprendeu e o que ainda precisava aprender para se tornar plenamente um mestre Jedi.

Comentários: 
Ele parece tão... comum, Obi-Wan pensou. Apsar de os Jedi serem treinados desde cedo para saber que pessoas e coisas nem sempre são aquilo que parecem, Obi-Wan nunca teria imaginado que aquele garoto ao seu lado pudesse ser mais poderoso que o Mestre Yoda. 
- Primeira informação útil: o ideal é que antes de ler, você já tenha visto os episódios de I a VI. O livro faz um copilado de vários momentos destes filmes, acrescentando alguma informação nova, seja a partir da narrativa de Obi-Wan ou das descobertas que Luke faz a respeito do antigo mestre do pai.

- O fio condutor da história é Luke descobrindo o diário de Obi-Wan no período entre os episódios V e VI. Após uma descoberta chocante e uma derrota doída, ele retorna a Tatooine com muitas perguntas sem resposta. Ao descobrir um livro em um baú que apenas ele podia abrir, pensa que pode encontrar as soluções para seus questionamentos.

- Obi-Wan narra a jornada desde que chegou ao Templo Jedi em Coruscant e se tornou aprendiz de Qui-Gon. E a relação com o mestre que insistia que ele ainda tinha muito a aprender, mas não hesitou em dizer que Obi-Wan estava pronto – como forma de ficar livre e assumir o treinamento do jovem Anakin. No entanto, Qui-Gon não resiste a uma luta e faz Obi-Wan prometer – apesar das próprias desconfianças - treinar o garoto que poderia ser o Escolhido, aquele que traria equilíbrio à Força. 
Ele foi meu maior fracasso. 
- O livro traz elementos muitos legais, que expandem o universo dos filmes. No entanto, eu preferia que tivesse mais disso e menos de relatos de coisas que vimos na cinessérie. Mesmo com a narrativa enxuta ou com as cenas narradas diretamente por ele.

- Meu jovem amigo, você aprendeu uma lição valiosa sobre responsabilidade. Nunca se esqueça disso. Os eventos de nossas vidas possuem consequências que afetam a vida dos outros. 
- Gostei de entender como ele virou Ben Kenobi, saber o quanto doeu a luta no planeta vulcânico, como ele, mesmo mestre, continuou em treinamento até finalmente entender o que Qui-Gon sempre lhe dizia: você ainda tem muito a aprender. Este momento, para mim, compensou todo o livro. Porque me ajudou a entender decisões que o personagem tomou nos filmes e que eu não tinha percebido totalmente a proporção dos sentimentos de Obi-Wan pelas pessoas que ajudaram a dar o sentido à existência dele.

Que venham mais leituras e mais aprendizado. Muitos livros no Literatura de Mulherzinha - e mais um da Meta de Leitura 2019 cumprido!

Ah, claro, seja Padawan ou Jedi: que a Força esteja com você!


Bacci!!!

Beta

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário