sábado, julho 20, 2019

Ciao!



No dia internacional da amizade, nada como uma história que poderia acontecer com qualquer pessoa: os altos e baixos de uma amizade verdadeira.
Gabi e Lívia estão aí para compartilhar isso com a gente.

E eu concluí mais um livro das Metas de Leitura! UHU!

Literalmente Amigas – Laura Conrado e Marina Carvalho – Betrand Brasil
(2018)
Personagens: Gabriela Uematsu e Lívia Saraiva Monteiro

Gabi e Livia são responsáveis pelo blog Literalmente Amigas. Com personalidades distintas, encaravam os desafios da vida. Gabriela era o caos ambulante, mas estava em um relacionamento saudável com o Léo. Lívia tinha uma carreira estável em uma pequena editora, mas era um desastre no amor. O destino apresentou uma proposta irrecusável de emprego na maior editora do Brasil e as amigas se descobrem competindo por elas. Poderia o amor pela literatura que os uniu, desta vez, separá-la?

Comentários:
“Se juntas já causam, imagina juntas?” 
- O meme poderia se aplicar perfeitamente ao relacionamento entre Gabi e Lívia. As duas possuem em comum o amor pela literatura – que foi responsável por “apresentá-las” e resultou em um blog, o Literalmente Amigas, onde elas faziam resenhas e comentários. Atraíam seguidores pela qualidade do que escreviam, mas também detratores, porque as críticas eram justas e não distribuíam elogios a quem não merecia.

- A amizade permite que estas duas garotas com formas de vida e temperamentos diferentes construíssem um relacionamento a partir deste e de outros gostos em comum. Elas são bem reais por isso: trabalham, namoram, enfrentam dificuldades profissionais, amorosas, torcem para times de futebol*, têm dias bons e dias ruins, são curiosas, criativas, proativas.

- Sim, tem um asterisco ali no “torcem para times de futebol” porque GRAÇAS A DEUS este livro permite que as leitoras percebam que não tem nada de errado se reunir com amigas para torcer e discutir tática. E que ainda não se sente confortável em muitos estádios. Aliás, que ainda nem é aceita nos estádios em vários países. E preciso lembrar qual foi a discussão mais recente na Copa do Mundo Feminina: pagamentos iguais, valorização das jogadoras e não discriminar as garotas que querem jogar. Para muitas pessoas ainda a mulher só presta atenção no futebol por causa de homens bonitos. Aham, vai nessa. A leitora, blogueira, jornalista botafoguense se sentiu representada nas personagens. Gostei disso. 
“Solto um longo suspiro, torcendo para que este estado de espírito vá logo embora. Não posso me dar o luxo de criar uma nova neura. Já bastam as que cultivo com adubo há anos”. 
- Algumas questões colocam a amizade delas à prova. Na verdade, Gabi e Lívia vão passar por uma maratona forçada de amadurecimento ao disputarem a vaga na editora Espaçonave. Elas serão desafiadas ao terem que tomar decisões diante do que gostariam de ter como futuro profissional. E como a vida envolve várias outras coisas, vão se deparar com as próprias inseguranças, aquilo que as faz sentir fracassadas e com outras demandas. “Tudo junto ao mesmo tempo já” – atire a primeira pedra quem nunca teve uma fase dessas.

- Repleto de referências e citações literárias (Senhora, ao lado de Cinco Minutos, é meu livro favorito dos “clássicos de leitura obrigatória na escola”), com momentos das comédias românticas que tanto amo e até mesmo de mistério, é uma leitura divertida e gostosa de fazer.

- Tem romance, tem comédia, tem drama, tem reviravoltas, tem autodescobertas, mas o mais importante é a amizade entre duas garotas. Na vida vemos pouco incentivo à amizade feminina – tudo nos ensina a encarar as outras meninas como rivais – portanto precisamos enaltecer isso.

- Links: Goodreads livro e Laura e Marina; site da Laura Conrado e da Marina Carvalho; Skoob; Amazon; mais da Laura Conrado e da Marina Carvalho no Literatura de Mulherzinha.

Bacci!!!

Beta

Ps: Só uma coisinha me deixou “ressabiada”: é a terceira Roberta “demônia” em livros de autoras nacionais – antes havia uma no Céu sem Estrelas, da Iris Figueiredo e no Cadu & Mari. Não era por isso que queria pedir música no Fantástico #fail As Robertas são gente boa também, uai!
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário