sábado, janeiro 18, 2020

Ciao!



Nos livros anteriores, vimos o festival do desencontro entre Amanda e Will. Agora é a hora de ver quanta confusão os dois são capazes de aprontar.
Spoiler: muita.

Sempre te Amei – Flávia Cunha (Série Amor Eterno 3)
(2009)
Personagens: Amanda Talbot e Willian Kerr

Amanda queria se reposicionar na vida: enquanto aproveitava a gravidez e assumiu o projeto de transformar a antiga mansão dos Venice em um hotel. Só não contava que Will assumiria o projeto de decoração – e ainda trouxe a ex para ajudar. Will quer convencer Amanda que eles tinham futuro juntos, mas não importava o que fazia, nada funcionava. Chegou a hora de resolver a situação.

Comentários:

- Pensa em duas pessoas teimosas se enfrentando. Haja paciência para quem depende ou está no entorno delas. É essa a relação entre Amanda e Will. Ela está grávida dele, mas não quer um relacionamento formal. Ele quer se casar a todo custo e não entende por que ela recusa.

- O problema todo está em que eles não conversam e pensam no que acham ser o melhor, sem saber se o outro concorda. Faltou um bate-papo sério sobre as verdadeiras intenções de casa um e eliminar completamente os mal-entendidos.

- Já que isso não acontece, temos uma jovem grávida disposta a transformar uma mansão antiga em um hotel acolhedor e que deixe sempre boas lembranças nos hóspedes. Só que Amanda não contava com a traição do irmão, Richard, em contratar Will para o projeto de decoração. E que Will ainda trouxesse a tiracolo Lindsay, a ex dele – obviamente as duas não se suportavam.

- Quanto mais Will tenta controlar, mais Amanda se desdobra para escapar. O resultado de tanto desencontro pode causar algo que nenhum deles quer, mas poderá ser tarde para impedir.

- Enquanto isso, temos novidades sobre os outros casais já formados na série e um gancho meio surpreendente para o próximo livro.

Série disponível na Amazon

Série Amor Eterno
Sempre te Amei
Diamante Negro
Apostando no Amor


Arrivederci!!!

Beta
Reações:

2 comentários :

  1. Das atuais escritoras brasileiras, a Flávia Cunha é a minha preferida. Adoro as escritas dela.

    ResponderExcluir