terça-feira, abril 21, 2020

Ciao!

Disponível na Amazon


No mês passado, falei do novo lançamento da A.C. Meyer. Nada mais justo que ele fazer parte do Abril Imperdível, né?

Na ponta dos pés – A. C. Meyer
(2020)
Personagens: Amanda “Mandy” Summer e Ryan McKenna

Era um momento de mudanças para Mandy. Ela e a amiga, May, viajaram para iniciar os estudos na Brown. A vida universitária trouxe mais desafios que o esperado para a garota que sempre foi muito tímida e só se libertava ao dançar. Ao atrair a atenção de Ryan McKenna, o popular capitão do time de basquete, despertou em Ashley uma rivalidade que não desejava e que poderia causar muitos problemas.

Comentários:

- Temos um romance doce que se torna amargo por conta do ambiente universitário. Todo mundo conhece uma história de bullying. Alguns casos que se tornaram públicos deixaram marcas em quem sobreviveu a isso. Isso se tornou tema de livros, alguns contando histórias sobre o trauma, outras terminando em tragédia.

- A personagem Ashley é quem pratica o bullying contra qualquer garota que ela perceba que vai atrair os holofotes ou com quem ela simplesmente cisme. É a líder de torcida, linda, invejada, que se sente poderosa, acima de tudo e de todos. E ela decidiu que o plano perfeito era ser a namorada de Ryan. Independente de ele querer ou não.

- E Ryan não queria. Ainda mais depois que reencontrou Mandy, porque eles estudaram no mesmo High School, mas ela pensava que ele não a tinha notado. Notou. Ao ter a chance de se aproximar, para devolver a sapatilha que caíram da mochila dela após um esbarrão, viu o destino sorrir ao serem escalados para trabalharem em dupla em um trabalho de literatura.

- Vamos no compasso do encantamento de Ryan por Mandy e da garota tentando entender se era algo real mesmo. Afinal de contas, ele era totalmente inatingível para alguém tipo ela. Eu gosto desta suavidade, como se fosse mesmo uma dança, onde nada é afobado. E ainda melhor se tem Tchaikovsky como trilha de cena linda.

- O problema é que Ashley está sempre por perto, para intimidar e querer tirar Mandy do caminho que ela acha que é dela. A história mostra como os ataques ocorrem sempre quando a vítima está vulnerável e de uma forma que, sem testemunhas, ninguém acreditará e isso deixa o/a bully com mais certeza de que pode fazer o que quiser porque escapará sempre impune.

- Não vou contar o que ocorre, porque vocês precisam ler, torcer pelo casal, sofrer junto com Mandy, passar pela jornada dela e dos amigos em prol do amor e de um ambiente escolar melhor. E aprender a reconhecer e ser útil se alguém perto estiver sofrendo bullying.

- Aliás, a vítima precisa ser protegida e os/as responsáveis pela agressão, denunciados. É crime, que prevê prisão. Não importa como a agressão ocorra, seja física, verbal ou virtual, por meio da internet. Confira orientações neste infográfico da Safenet.


Bacci!!!

Beta

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário