domingo, julho 12, 2020

Ciao!


Disponível na Amazon 


Não tem jeito, eu amo as histórias da Julia Quinn. Amo o humor, os personagens, minha mente viaja para o cenário que ela narra. E aqui - para minha alegria - não foi diferente!

Dez coisas que eu amo em você – Julia Quinn – Arqueiro (Trilogia Bevelstoke 3) 
(Ten things I love abou you - 2010) 
Personagens: Annabel Winslow e Sebastian Grey 

Sebastian Grey era uma grande incógnita para as mães casadouras da temporada. Ele poderia ser um futuro conde ou um futuro nada. Tudo dependia do tio, que o odiava, não se casar novamente e ter filhos. O problema era que o conde de Newbury está desesperado por uma noiva. E agora, Annabel Winslow era o alvo preferido dele. Mesmo pela segurança dos irmãos mais novos, ela não sentia confiança de se tornar a condessa. Ainda mais depois de um encontro no jardim.
 

Comentários:
 
Bem, na maioria das vezes, era ele quem elas escolhiam. O fato de ser bonito era uma bênção. O fato de ser um excelente amante era um deleite. O fato de que um dia poderia se tornar o conde de Newbury…Isso fazia dele um homem irresistível.
- Quem leu O que acontece em Londres teve razões de sobra para ter interesse em saber mais sobre Sebastian Grey, o primo do protagonista Harry Valentine. Por isso, este livro é um deleite. Um personagem incrível, com várias camadas e sentimentos intensos escondidos por trás de uma fachada de um homem que parece não se importar com nada. 

- Primeiro que a gente descobre muito sobre ele ao longo da história. Coisas que, provavelmente, quem leu não poderia imaginar o quanto ele disfarçava as coisas que sentia. Só que aqui percebemos que ele tinha preocupações, frustrações e inseguranças, além de uma alma poética. A gente até lamenta que a sociedade, interessada em títulos, intrigas e fofocas, não consigam ver o quanto fascinante ele é. 
Havia mil maneiras de fazer papel de idiota, e novas oportunidades surgiam todos os dias. Era exaustivo ter que se esquivar delas o tempo inteiro. 
- Annabel vivia um dilema. Não era tanto afeita à vida social em Londres, mas era a filha mais velha. Portanto, era esperado que se casasse pelo bem dos oito irmãos, para ajudar a mãe viúva. Por ter a estrutura física “adequada” para gerar herdeiros, ela se tornou o alvo do conde de Newbury. O homem necessitava de um herdeiro urgente, para não deixar o título e as posses para o sobrinho que odiava – Sebastian Grey. 

- Por motivos diferentes, Annabel e Sebastian se conhecem após saírem para respirar e espairecer em um baile. Conversam, implicam um com o outro, encontram humor. Mas ela vai embora sem se apresentar. 
– Uma dama com inteligência e bom julgamento – disse ele. – Meu tipo preferido.  
- Quando eles se reencontram, surpresa: Sebastian descobre que a jovem que tanto o fascinou era a provável noiva do tio que o detestava. E isso não impediu de surgir uma incrível química entre eles – mesmo Sebastian sabendo que Annabel era completamente inacessível para ele. 

- E claro que as circunstâncias que colocam tio e sobrinho em lados ainda mais opostos, com Annabel no meio da disputa, se tornam o assunto da sociedade. Com direito a reviravoltas, cenas tocantes, que nos estressam e que nos fazem rir – sim, fiquei com dor de ouvido em solidariedade a Sebastian em determinado momento. 
Talvez algumas das perguntas mais complexas tivessem respostas simples. Talvez ela fosse a sua resposta simples. 
- É difícil falar da história desviando para não dar spoilers. Portanto, saibam que temos um vilão nojento, coadjuvantes que pressionam a heroína a fazer “o certo pelo bem da família” e amigos e amigas que surgem e oferecem apoio. Muitas discussões literárias. Um casal improvável, com personalidades que vão muito além de como a sociedade os rotula. 

- Eu me apaixonei por Sebastian, por Annabel e por Annabel e Sebastian juntos. Recomendo que leiam e torço para que se divirtam tanto quanto eu me diverti com a história deles. 

Trilogia Bevelstoke
3 – Dez coisas que eu amo em você.


Arrivederci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário