sábado, agosto 08, 2020

Ciao!
Disponível na Amazon 


Homem com orgulho ferido tenta destruir quem acusa de ter acabado com a família dele.
No meio deste duelo de egos, uma mulher tenta ter voz.
Haja paciência!

A outra história do livro é Consequências do Desejo, da Michelle Smart.

Nove meses para o perdão – Maisey Yates – Jessica 2 Histórias 285 (Consequências & Perdão)(The greek nine-month redemption - 2016)
Personagens: Elle St. James e Apollo Savas

Apollo Savas queria destruir David St. James e estava bem perto disso, ao tomar o controle da empresa dele. Afinal de contas, quem teria que enfrentar era a filha de David, Elle. E ela não ofereceria resistência suficiente para levar a melhor. O problema era que o pai de Elle era casado com a mãe de Apollo. Agora ele era o inimigo, mas, mesmo assim, ela queria o homem que a desprezava.

Comentários: 
– Sou o dono da sua empresa. Sou o seu dono. – Oh, puxa, por que aquelas palavras a magoavam? – Você nunca parece me demonstrar a dose certa de medo.– Verdadeiros líderes não governam com punho de ferro. Entendem que a intimidação não é a maneira de se ganhar respeito. 
*Suspiros*

- Sabe aquele dia que você simplesmente não é obrigada a lidar com vingador egocêntrico que desconta a raiva na pessoa errada? Sabe aquele dia que você quer xingar a pessoa que não tem coragem de enfrentar o “inimigo” e coloca a filha para ser escudo sob o pretexto de salvar a empresa? Então, foi assim que fiquei ao ler este livro, depois de colocar todos os pingos nos “is”.

- Antes que me perguntem, não fiquei com raiva de Elle, porque entendo pessoas que são capazes de algumas atitudes em prol de se sentirem pertencentes a um lugar ou à alguma ligação afetiva-emocional. Em certos casos, quando se chega neste estágio, tudo leva a crer que vai ter sofrimento e decepções no caminho do aprendizado.

- Apollo não soube lidar com o que soube a respeito da própria história e confiou nas memórias de um tempo que não volta mais e quis achar culpados para este trauma. David St. James tomou várias atitudes movidas pelo egoísmo de conseguir quem queria. De bônus, veio o herdeiro que não teve no primeiro casamento. E foi justamente este herdeiro que se voltou contra ele e contra o que construiu ao longo da vida. O motivo? A certeza de que estava castigando o algoz da própria família. 
Ele a teria até que estivesse farto. Iria promovê-la como o rosto público da empresa. E quando chegasse a ocasião certa, desceria a lâmina da guilhotina. Ele a destituiria do cargo de CEO e, com esse gesto final, removeria a família St. James de sua vida.Fecharia o capítulo para sempre.Não esgotaria simplesmente o desejo de ambos; iria destruí-la com ele. 
- Uma conversa familiar, daquela pra lavar a roupa suja, colocando todos os segredos na mesa e todo mundo falando o que os deixava entalado teria evitado tanto estresse, tanto julgamento equivocado, tanta manipulação dos sentimentos alheios. Como não houve em tempo hábil, virou o confronto entre os meio-irmãos que se sentiam atraídos um pelo outro, mas entraram em uma queda de braço onde ninguém sairia ganhando.

- Até porque, como o resumo revela (e a capa original mostra que o livro faz parte dashistórias “Uma noite com consequências”), um bebê surge nesta história já muito complicada onde ódio e ressentimento não estão dispostos a dar espaço para outros sentimentos. Aí Elle precisa descobrir como colocar ordem no caos antes que ele o consuma. Confesso que a cena do restaurante me deixou bem feliz. 
– Não sei. Nunca pensei seriamente sobre o casamento. Não sei o que quero de um casamento. Exceto que eu não gostaria de berrar com o meu marido. Não gostaria de me inquirir se ele está tendo um caso. Eu gostaria de ser escolhida. Apenas uma vez. Não por causa de outra pessoa. Sabe, sou apenas a CEO da Matte porque foi a última tentativa do meu pai de manter o controle de seu império. E você... O que você realmente quer é me tornar sua esposa para poder mandar no meu pai. 
- Passei boa parte do livro lamentando a ligação emocional de Elle com dois homens que não a valorizavam e a trataram como um joguete em meio a picuinha de ego e orgulho feridos deles. E torcendo pra ela mandar ambos pastarem e fosse cuidar dela e do bebê com o amor que mereciam. 

- No entanto, estamos falando de um estilo onde vai ter um happy end, mesmo que Apollo não mereça. Pelo menos, Elle encontra força em si mesmo para colocar limites nos homens idiotas que a cercavam e a fizeram sofrer.


Arrivederci!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário