sábado, setembro 26, 2020

Ciao!

Disponível na Amazon 

Pessoal, faz um bom tempo que eu li este livro. Como sempre, achei que já estava no Literatura de Mulherzinha. Portanto, chegou a hora de acabar com essa espera.

De volta ao prazer – Nana Pauvolih 
(2015) 
Personagem: Maria Luísa “Malu” Vargas 

Após o final do casamento, Malu estava se redescobrindo como mulher, como mãe e como profissional. A escritora de livros eróticos queria se desafiar na profissão e também na vida pessoal. Por isso, decidiu arriscar. Conhece pessoas, quebra a cara, entra em uma relação que não tem futuro e descobre que uma amizade pode ser possível. E ao mesmo tempo, também trabalha pela ascensão profissional. O que não falta é assunto na vida da Malu pra gente acompanhar.  

Comentários: 

- Confesso que levou um tempo para eu me entender com este livro. O motivo é simples: estamos acostumados a ter na literatura um certo tipo de personagens femininas. Quando encontramos uma que saia deste padrão, a mente buga e dá erro 404 até conseguir compreender que o mundo nem sempre cabe no rótulo que tentam enfiar na nossa cabeça todo santo dia. 

- O estereótipo é que a heroína precisa ser jovem e ter o mínimo de vida pregressa. Estamos no século 21, eu sei, mas ainda é muito grande a chance de você topar com um livro onde o protagonista masculino julga a mulher por qualquer suposição/fato/boato referente ao passado dela. Como se o sentido da existência dela fosse ter nascido para viver com ele. Para piorar, nem preciso lembrar o quanto isso reflete ainda a sociedade em que vivemos, né? Haja pedras para serem arremessadas nos telhados alheios... 

Primeiro, eu me acovardei. Fiz as escolhas mais seguras. Parecia o caminho mais fácil para a felicidade. Não se arriscar, pisar em um terreno conhecido, tudo isso traz muito mais garantias do que sair por aí experimentando o desconhecido, sofrendo, sem saber o que pode acontecer após os próximos passos. No entanto, tem uma hora que você olha para trás e se indaga o que você realmente fez de importante. 

- Pois bem, este livro dá um bico pro mato em tudo que descrevi no parágrafo anterior. Malu tem 40 anos, foi casada por 20, tem dois filhos, se separou do marido. Agora enquanto busca progredir na carreira como escritora de livros eróticos, resolve que não precisa ficar só nas fantasias que escreve, que precisa de mais emoções na própria vida. Por isso, tomou a decisão de arriscar e assumir as consequências. 

- É assim que ela encontra Nico e Fred, com quem vai ter diferentes tipos de relacionamentos. Temos demandas que nem sempre passam apenas pelo desejo sexual, mas pela necessidade de afeto e de carinho. Além disso, há aquelas vezes que nem sempre é o momento correto e não funciona. Há caras e corações quebrados, momentos de raiva e de dúvidas e outros em que tudo faz sentido. Há cenas engraçadíssimas, especialmente com a Sol não sabendo lidar com o conjunto da obra que é o Fred. 

- Houve alguns momentos que queria a história fosse mais rápida, mas respeito a decisão da autora de estabelecer o tempo como um dos personagens, que modifica, estabelece ou distancia as relações. Não vou dar mais detalhes, é uma jornada que você pode fazer ao lado da Malu, dar pitacos sobre as decisões que ela toma e até mesmo se colocar no lugar dela. 

- Links: Goodreads livro e autora; site da autora; Skoob; mais dela no Literatura de Mulherzinha. 

Arrivederci!!! 

Beta

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário