sábado, dezembro 26, 2020

Ciao! 
Disponível na Amazon 




Uma história sobre ciclos que chegam ao final e rupturas necessárias.
Nem sempre enfrentadas da maneira mais suave. Ainda mais no Natal, quando tradicionalmente as pessoas ficam mais sensíveis. 

Amor definitivo – Cathy Williams – Paixão 489 
(Snowbound with his innocent temptation – 2016 – Mills & Boon Modern Romance) 
Personagens: Rebecca “Becky” Shaw e Theo Rushing 

Becky não estava vivendo a melhor fase da vida: estava isolada no chalé da família em Cotswold, às vésperas de perder o emprego e ciente de que a pessoa de quem sempre gostava era muito feliz com a irmã dela. Disposta a passar o Natal sem ver ninguém, foi surpreendida pela chegada de um típico milionário desorientado, a quem teve que abrigar por causa de uma nevasca. Theo Rushing tinha motivos para estar ali, longe de tudo. Não esperava encontrar Becky. E agora, teria que lidar com isso.
 

Comentários:
 

- Quem nunca passou uma data comemorativa – como o Natal – sem disposição pra sair do fundo do poço pode dizer que é privilegiado, sim! Ainda mais porque, em dezembro, as pessoas parecem acometidas da obrigação de serem felizes. E quem não tem motivos para isso, se sente um peixe fora d’água.
 

- Era o caso da Becky: a médica veterinária estaria sem emprego em breve, viu o homem por quem sempre fora apaixonada 
ser descaradamente feliz com a irmã dela. Era um Natal para se esconder, lamentar e buscar um plano para seguir em frente. Por isso, fugiu da superproteção da família e ficou no chalé, que precisava desesperadamente de uma reforma, em Cotswold. E para surpresa dela, não foi bem uma emergência veterinária que bateu à porta. 

- Ao encontrar a jovem veterinária, Theo percebeu que não poderia contar o real motivo da visita. Portanto, pediu abrigo por uma noite, já que era difícil guiar uma Ferrari último modelo nas estradas vicinais durante uma nevasca.
 

- Uma relação estranha se estabelece, porque o desejo aparece e bagunça tudo. Becky se sente sufocada com tantas coisas dando errado que quer se permitir ser impulsiva. Theo a encarou como um desafio, mas não queria perder o controle da situação, por isso, omitiu algumas coisas. E adivinha: isso vai pairar pra complicar ainda mais.
 

- Afinal de contas, qual a melhor forma de resolver outra situação que não estava sob o controle dele? Com mais uma “mentirinha do bem” para acalmar a mãe, que estava deprimida. E para isso, precisaria da parceria de Becky. Para compensá-la, poderia providenciar uma nova clínica veterinária para ela, além da reforma do chalé.
 

- Becky aceita com a condição de que eles não tenham envolvimento íntimo. Ela sabia que ele não era o cara que procurava um relacionamento e ela não queria mais motivo para se sentir infeliz e rejeitada.
 

- É a história do patinho feio se descobrindo além dos rótulos que se impôs. O problema foi que o catalisador da mudança foi um homem um tanto babaca que tinha certeza de que tudo poderia ser comprado e não existia afeto verdadeiro. E só poderá haver final feliz se estas arestas forem aparadas. Pra uma história que começa no Natal, por que não acreditar em milagres?
 

Arrivederci
!!!

Beta
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário