quarta-feira, maio 19, 2021

Ciao! 

Disponível na Amazon  

A Pitangus Editorial lançou o desfecho da trilogia dos Três Mosqueteiros reticentes com o amor, por diferentes razões. Desta vez é Gael que vai ser confrontado pelo destino. 

Nunca vou me iludir – Mari Monni – Pitangus Editorial (Famosas últimas palavras 3)
(2018) 
Personagens: Elizabeth “Liz” Velásquez e Gael MacKenna 

Gael ainda estava engasgado com a relação entre Gia e Lucca e estava longe de lidar bem com o assunto. Foi parar em um bar, longe dos bares dos amigos, pra encher a cara. Lá conheceu a garçonete, Liz. Uma jovem bonita, mas com algumas superstições estranhas. Para agravar, ele ainda tinha uma aluna stalker no pé dele na faculdade. Muitas coisas para resolver e o doutor em História Antiga muito confuso para achar o caminho em meio ao orgulho, à raiva e a sensação de ter sido traído. 

Comentários: 

- Gente, Gael teve uma pane no sistema daquelas que leva tempo para destravar. Ele ainda estava impactado pela descoberta do relacionamento entre Lucca e Gia. Gael se sentiu traído pelo amigo e pela irmã gêmea – a explicação que a gente tem no livro anterior volta aqui com mais detalhes pelo ponto de vista do Gael. Por causa disso, estava afastado de qualquer lugar onde pudesse encontrá-los. Por tabela, estava isolado de todo mundo que habitualmente era família de sangue ou estendida. 

- Como inferno astral pouco é bobagem, além de usar o tempo livre pra encher a cara e usar o álcool para tentar esquecer os problemas familiares, ainda tinha encrenca no trabalho. Uma aluna, Vanessa, decidiu conquistá-lo, por mais que ele deixe claro que não tem relacionamentos com estudantes. E estava ficando mais ostensiva e descontrolada, a ponto de interferir na rotina dele dentro e fora da faculdade. 

Respiro fundo e tento afastar esses pensamentos. Não posso perder meu foco agora, já que tenho três coisas muito importantes com que me preocupar. A primeira é com meu trabalho e com o seminário que está por vir. A segunda é com a possibilidade de fugir do radar da louca. Logo, o meu ‘encontro’ de hoje tem que ser um sucesso. (...) A terceira, e mais importante, é achar alguma forma de fazer om que Liz queira se encontrar comigo. 

- O único sopro de paz que ele teve nesse caos foi ter conhecido Liz. A jovem era garçonete no bar onde ele tomou um porre que o derrubou. Ele sentiu uma vontade incrível de reencontrá-la, mas ela ficou de entrar em contato. Quando eles se reencontram, ele percebe detalhes que deixou escapar. E mesmo sem parecer lógico pra ele, só aumentou o encanto por Liz. 

- Liz é divertidíssima. Adorei a justificativa para o nome dela e todas as "esquisitices" e superstições. Aliás, perto dela, as superstições malucas que eu tenho são poucas. No entanto, não a restrinja a isso. É uma garota com uma sensibilidade e empatia para enxergar o outro. E que soube ser forte para enfrentar o próprio caos. Ela muda a própria vida e se torna uma inspiração para o professor Gael também dar um jeito na dele.

- Gael vai descobrir que sentimentos são realmente muito complicados e escapam à lógica. Vai perceber que não dá para controlar, se proteger e nem fugir dos problemas. O mundo vai além do umbigo dele – mesmo quando ele tem um tiquinho de razão – e ele precisa considerar outros pontos de vista. Até mesmo para ser capaz de conquistar uma garota incrível e única, como Liz.

Trilogia Famosas últimas palavras:

1 – Nunca vou me apaixonar 
2 – Nunca vou me entregar 
3 – Nunca vou me iludir   

- Links: Goodreads livro e autora; site da autora; Skoob; mais dela no Literatura de Mulherzinha. 

Arrivederci!!!

Beta

Ps.: Queria tanto um livro com a história da Tori. Ela merece!

0 comentários :

Postar um comentário