sábado, junho 12, 2021

Ciao! 

Disponível na Amazon  

No Dia dos Namorados, nada melhor que uma história de amor. No entanto, uma história de altos e baixos porque nada é fácil na vida, né? 

Uma noite não é o bastante – Silvana Barbosa
(2017)
Personagens: Serena e Stephen 
 

Uma happy hour com o pessoal do trabalho colocou Stephen diante de Serena. A cantora da banda Paraíso capturou a atenção dele no palco do bar “O Encanto da Lua”. Serena não tinha a menor vontade de se envolver profundamente com ninguém, após tantas decepções. No entanto, o norte-americano persistiu. Este foi o ponto de partida de uma história que precisou enfrentar muitos desafios para chegar ao amor. 

Comentários: 

- O livro é dividido em duas partes. A primeira mostra como Serena e Stephen se conheceram. O início da atração entre eles e a bagagem que cada um trazia para este “encontro”. Os dois vinham de decepções amorosas. No entanto, enquanto Stephen estava disposto a arriscar, Serena era mais ressabiada. 

- Só que o gringo não desistiu. Iniciou uma campanha de sedução que só sendo de pedra para resistir. Aproveitou todas as brechas para se aproximar, conhecer Serena além do palco, entrou na rotina com as amigas e trabalhos à parte que ela fazia. Mais ou menos pacientemente, quebrou as reservas dela (que permaneceram apenas no inconsciente) e os dois cederam à atração e assumiram um relacionamento apaixonado.  

- Aí vem aquele meme que volta em várias versões na internet: “peraí, está indo tudo muito bem (na medida do possível), ou seja...” – exato: problemas à vista. É quando começa a segunda parte, que se passa alguns meses depois e a gente percebe que as rachaduras e inseguranças que foram jogadas para segundo plano pela paixão fulminante ressurgiram com força total. E, por consequência, coloca o relacionamento em risco.  

- O principal aqui é entender que nem Stephen nem Serena são perfeitos. Eles viveram relacionamentos ruins antes e ter cicatrizes não significa trauma resolvido. O super-gringo não é um príncipe encantado, tem momentos ogro que, a gente que lê, pode contestar. Várias decisões que ele tomou na parte 1 tem consequências na parte 2 – não apenas a mais polêmica (sim, não gostei do que ele fez. E sim, sei que tem gente que faz o mesmo fora das páginas de um livro). 

- Isso transforma a confusão que o relacionamento se torna em um “conjunto da obra” assinada pelos dois, não apenas pelas inseguranças de Serena. Um não conseguia ler a mente do outro e, diante dos próprios fantasmas, eles não falaram com todas as letras o que sentiam. Aí, quando as atitudes são pautadas pelo orgulho e pelo medo, vocês podem imaginar o que pode acontecer. A partir disso, é saber se vale a pena superar o pior de si mesmo e o pior do outro para ir além da paixão e encontrar o amor. 

- Por isso que disse que é uma história com altos e baixos, pautados pelo que os personagens viveram, pelo que se tornaram e pelo que podem vir a ser se perdoarem a si mesmo e ao outro. Sim, há amor entre o executivo milionário e a cantora da banda do barzinho, basta eles encontrarem o caminho para chegar lá.

- Ah, devo ressaltar que - para minha alegria (e eu não sabia) - tem uma personagem chamada Roberta, com uma trama paralela importante que também contribui para a história dos protagonistas. Não vou falar mais que isso, mas um último comentário: na minha imaginação ela é a rainha bateria da Mangueira, que é a escola de samba do meu coração!

- Links: Goodreads livro e autoraSkoob; mais dela no Literatura de Mulherzinha. 

Arrivederci!!! 

Beta

Um comentário :