domingo, julho 18, 2021

Ciao!

 

Disponível na Amazon 

 

Bem, como posso dizer isso... O príncipe Alaric não vale um tostão furado.
"Ah, mas ele tem um trauma muito grande". Sim, mas isso não o autoriza a manipular Tamsin como fez. 
No entanto, você sabe, o amor vence no final. Independente disso, o selo está aqui!

Paixão e Pureza – Annie West – Paixão 218 
(Passion, purity and the prince - 2010) 
Personagens: Tamsin Connors e príncipe Alaric de Ruvingia 

Ao trabalhar nos documentos em Ruvingia, Tamsin Connors fez uma descoberta bombástica que interferiria diretamente na sucessão em Maritz. E ao informar o príncipe Alaric de que ele – e não o primo Raul – seria o herdeiro direto do trono no principado. Alaric se sentiu intrigado pela jovem que se vestia de forma tão reservada e decidiu vigiá-la mais de perto. Ela poderia ser uma espiã e ele poderia controla-la até descobrirem se os documentos eram legítimos. 

Comentários:

- Tamsin estava em busca de um pouco de paz, após uma decepção pessoal e profissional. O trabalho nos arquivos em Ruvingia poderiam oferecer a ela o foco no que ela era melhor. No entanto, ela fez uma grande descoberta, daquelas que revolucionaria o panorama político de dois principados, governados pelos primos Alaric e Raul.  

- O problema foi que a descoberta se tornou um problema para ela: Tamsin passou a ter a atenção constante do príncipe Alaric que, antes, nem sabia que ela existia. E perdeu o acesso aos documentos tão importantes para aprofundar na descoberta. Ela pretendia trabalhar, pesquisar e se viu envolvida em outras atividades e sempre com alguém por perto. 

- Aí começa a minha irritação com Alaric. Ele não hesitou em “encurralar” Tamsin profissionalmente, desconfiado das intenções dela. E ele não era nenhum primor de honra e respeito pelos sentimentos alheios – daí vem uma das culpas que ele carrega. Ele tinha todo o direito de desconfiar da origem das informações descobertas por Tamsin, mas tinha outras formas de averiguar isso. 

- Só que ele opta pelo “já que a desejo, vou levá-la pra cama até descobrir se ela fala a verdade” e na mente dele encontra vários motivos para desconfiar dela. E Tamsin está lá sem a menor ideia do quanto está perto de ser terrivelmente magoada com essa história. O príncipe Alaric precisava de um curso intensivo sobre o fato irrevogável de que o mundo não gira em torno dos desejos, traumas e culpas dele.  

- Enfim, gostei muito da Tamsin – queria muito que ela tivesse encontrado um príncipe encantado de fato, não o Alaric. Ele até “cria juízo”, mas ainda continua, na minha opinião, indigno de Tamsin.  

Príncipes de Ruvingia e Maritz

  • Paixão e Pureza
  • Princesa Selvagem - princesa Luisa Hardwicke e príncipe Raul de Maritz 

- Links: Goodreads livro e autora; site da autora; Skoob; mais dela no Literatura de Mulherzinha 

Arrivederci!!!

Beta

0 comentários :

Postar um comentário